SALVE MARIA!

SALVE MARIA!

Seguidores

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Casinha de Pedras - Vila Birula

VILA BIRULA










  • Vila Birula, trás de dentro de nós a pureza  da criança que fomos um dia. Laura Bianca Bianchi (nome dado a ela mesma, por ela mesma porque viu na tv), filha única da moça que trabalha comigo em Tutóia, Manaete - Mana para nós, teve que nos acompanhar, me que ajude, que me escuta, que me cuida, sabe Deus por quanto tempo mais, neste lugar. Bibizinha,  chegou num momento em que eu precisava me encontrar e me acalmar por dentro. No começo não foi fácil, porque "aterrisou" em nossa casa com 3 anos, e nós tivemos que nos moldar à ela e ela à nós. 
  • Foi gostoso resgatar dia-a-dia a minha infância perdida junto à Laurinha, que por ser inquieta demais, transformou-se em "Birula", "Birulinha" e agora "Bibi" ou "Bibizinha"
  • De estórias de "Chapeuzinho Vermelho", com direito a todas as musiquinhas (haja memória), Três Porquinhos, Dona Baratinha e outras. Musiquinhas de roda (ciranda), pedrinhas, bonequinhas de papel, a-do-le-tá, Papai Ferreira, Papagaio Louro, Sabonete Lifeboy, eu com as quatro, batendo as mãos e mais outras. Corinhos de Igreja que ela curte demais. Mais a melhor, é a do Ra-tim-bum, a do ratinho que toma banho. Nós parecemos duas birutinhas dentro do banheiro, cantando "....Tchau preguiça, tchau sujeira, adeus cheirinho de suooooor........".
  • Quando as casinhas ficaram prontas, ela ficou tão contente, e me convidou pra brincar, ao que eu lhe respondi cantando......"Eu shou quiança, binco de casinha, só não sento no chão porque dói minhas juntinhas". Eu não posso sentar no chão por causa dos ligamentos (desligados) dos joelhos.
  • Gente, graças à Deus, depois de tudo que me aconteceu, eu não perdi esse meu lado brincalhão. Acho que é isso que me move a cada dia, viver, viver, viver......
  • Essa é minha homenagem para Bibizinha, que só ganhará as casinhas dela, quando voltarmos para Tutóia, porque pedra dentro de carro......é complicado, nem é bom falar......

7 comentários:

Regina disse...

Que lindo seu relato, e que lindas essas casinhas Enilde. Adoro formas, e ilustraçoes de casinhas. Fiz uma de papelão, que é o meu xodó.

Enilde disse...

Seja bem vinda à Vila Birula Regina. Adoro tb. Tô louca por uma de MDF, só stou esperando as finanças darem uma melhorada para comprá-las. Já fiz ha alguns anos atrás de paralelepípedo, qd achavámos nas ruas de São Luís. Hoje estão calçadas nas ruas antigas. Essas foram de meio fio quebrado, com telhadinho de latinha de refigerante, tintas a base de PVA e fitas. Volte outras vezes, vou ficar muito feliz.

AUDENI OU Dona Mocinha disse...

Enilde sua Vila Birula está linda!!!

Fiquei encantada com estas casinhas, e juro que se não falasse que são de pedra, ninguém saberia!

Quanto a história da Bibizinha, lembro que qd. era pequena e no pouco tempo que vivi em Alagoas, famílias pobres e sem condições de criar os filhos acabavam dando as crianças. Não sei se hoje ainda é assim por lá.
Tenho a certeza que a Bibizinha e a mãe tiveram sorte em encontrar vc.


Qd. voltar dê muitos beijos na Bibizinha também por mim!!!


Beijos a vc. também



Audeni

Regina disse...

Enilde, eu já vi sua linda vila ontem. Se esqueceu? Mas não faz mal, gostei tanto, que vale a pena ver mil vezes.

Monica Ferro disse...

Enilde, as casinhas estão fofas demais. Beijos!!!

Lilian Marson disse...

Oi Enilde,a Dona Gam indicou o seu blog e eu vim conhecer.Adorei as casinhas de pedra,super bacana por destas no jardim.Fica na paz...Lili.

INSS disse...

olha eu aqui visitando o seu blog que eu nem sabia que vc tinha................muito legal........

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Blogger Wordpress Gadgets